Publicidade
Publicidade
Publicidade

OAB/TO

Conselho Seccional da OAB requer retorno do atendimento presencial imediato do Judiciário

23/07/21 07:54:34 | Atualizado em: 23/07/21 07:54:34

O Conselho Estadual da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Tocantins cobrou durante reunião do colegiado nesta quinta-feira, 22, o retorno do atendimento presencial no Sistema de Justiça. O Tribunal de Justiça do Tocantins foi representado na ocasião pelo juiz auxiliar da Presidência do TJTO, Manuel de Faria.

A OAB/TO destacou a ineficiência atual do Balcão Virtual, as constantes instabilidades no Sistema e-Proc e destacou a dificuldade de acesso da advocacia aos magistrados e servidores, que se intensificou no período da pandemia.

“A ineficiência do atendimento virtual no TJ/TO é o maior obstáculo ao trabalho da advocacia atualmente, e consequentemente, o maior entrave para que o jurisdicionado acesse seus direitos. Por isso requeremos ao órgão o retorno imediato do atendimento presencial, destacou o presidente da OAB/TO, Gedeon Pitaluga.

Os dirigentes da Ordem reforçaram sua posição de manter o diálogo junto ao TJ/TO e apontaram os esforços na oferta do atendimento telepresencial nesse momento excepcional da pandemia. Muitas especialidades da advocacia atendem clientes que sequer tem acesso a uma internet de qualidade ou sabem operar as novas tecnologias para participar de uma audiência. A advocacia precisa trabalhar e o cidadão não pode ficar refém da ineficiência da justiça telepresencial. É imprescindível que o retorno presencial aconteça imediatamente”, defendeu a vice-presidente da OAB/TO, Janay Garcia.