Publicidade

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO

Consulta de vagas do Sisu 2020.2 já está disponível, inscrições começam em julho

30/06/20 22:02:56 | Atualizado em: 30/06/20 22:02:56

O Ministério da Educação (MEC) divulgou o resultado do Sistema de Seleção Unificada (SiSU) 2020/1 nesta terça-feira, 28 de janeiro. A divulgação da primeira chamada chegou a ser suspensa pela Justiça Federal, mas os aprovados foram conhecidos hoje, após o Superior Tribunal de Justiça (STJ) liberar a divulgação. A decisão foi do presidente do STJ, João Otávio de Noronha, que aceitou um recurso da Advocacia-Geral da União (AGU).

Os aprovados devem acessar o site do SiSU e conferir a documentação de matrícula da sua modalidade de concorrência, documentos estes que terão que ser entregues nas respectivas instituições de ensino de 29 de janeiro a 4 de fevereiro.
Algumas universidades solicitam o preenchimento de formulários em suas páginas antes da matrícula presencial, por isso, é recomendado acessar o site da instituição para o qual você foi aprovado para saber quais os procedimentos do registro acadêmico, locais e horários.
Providencie toda a documentação o quanto antes, não deixe para a última hora! A falta de documentos exigidos pelas instituições resultará na perda da vaga.

Lista de Espera

Os candidatos que não foram selecionados em nenhuma das duas opções de curso poderão manifestar interesse pela lista de espera. A manifestação será feita no próprio site do SiSU, no login do participante, de 29 de janeiro e 4 de fevereiro.
As instituições de ensino terão acesso aos nomes dos candidatos que manifestaram interesse pela lista de espera. A partir das manifestações serão feitas as demais chamadas do SiSU 2020/1, todas nos próprios sites das universidades e nas datas que elas definirem em seus cronogramas. As convocações deste primeiro semestre poderão ser realizadas de 7 de fevereiro a 30 de abril.

Como foi o SiSU 2020/1?

O SiSU 2020/1 teve oferta de 237.128 vagas em 128 instituições de ensino. As instituições federais tiveram reserva mínima de 50% das oportunidades para o Sistema de Cotas, pela Lei Federal (escola pública), mas as universidades (incluindo estaduais) puderam reservar vagas para ações afirmativas/cotas próprias.
As inscrições do SiSU 2020/1 foram recebidas de 21 a 26 de janeiro, dois dias a mais que o previsto por conta do erro nas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2019.

O sistema recebeu 3.458.358 inscrições feitas por 1.795.211 pessoas. O número de inscrições é maior que o de inscritos porque cada candidato pode concorrer em até dois cursos. Em relação ao ano passado, houve uma ligeira queda no número de inscritos. A edição 2019/1 recebeu 3.492.751 inscrições feitas por 1.823.871 inscritos.
Ainda em decorrência do erro na pontuação do Enem 2019, a Justiça Federal pediu a suspensão da divulgação do resultado do SiSU 2020/1 no último sábado (25). A Advocacia Geral da União (AGU), representando o MEC, entrou com recurso, mas a decisão foi mantida pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região (TRF-3) no domingo (26). A AGU decidiu, então, recorrer ao Supremo Tribunal Federal (STF) ou ao Superior Tribunal de Justiça (STJ).

*Mais informações no site do SiSU e no especial SiSU Brasil Escola.