Publicidade

DESTINO CRUEL E COINCIDÊNCIA IMPLACÁVEL

Mulher de 42 anos é assssinada por jovem de 24 anos no dia 24

24/05/20 18:42:10 | Atualizado em: 24/05/20 18:49:58

Palmas, capital do Tocantins. Duas mulheres com idades diferentes mas descritas com dois números exatamente iguais, num fatídico dia em que as famílias das mulheres jamais esquecerão: 24. Na madrugada deste domingo,  a suspeita de 24 anos e a vítima com 42. Uma delas morreu  e a outra se tornou assassina. Morte triste, com requintes de cruedade, através de pedradas, murros e ponta-pés. De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu após uma discussão por causa de um celular. 

De acordo com a Poli´cia Militar suspeita do crime é uma jovem de 24 anos que não teve o nome divulgado. Após ser presa, ela alegou aos policiais que Cleusiane teria lhe dado um tapa no rosto e tentado tomar o celular. Porém a versão contraria os depoimentos de testemunhas, os quais disseram que o celular da suspeita caiu após um esbarrão acidental entre as duas.

A suspeita foi localizada após denúncias anônimas. Quando foi presa mulher alegou ainda que teve a própria motocicleta furtada no local do crime.

O SAMU esteve no local para tentar realizar o socorro, mas apenas constatou o óbito. O corpo dela foi levado para o Instituto Médico Legal (IML) para passar pela necrópsia, que é obrigatória em casos de mortes violentas. Não foram divulgadas informações sobre o velório.


A Polícia Civil informou que no local do crime foram apreendidos pedaços de pedra que podem ter sido usados no assassinado. O caso foi registrado como homicídio fútil qualificado.