ESTADO

Ministro Gilmar Mendes nega liminar para Marcelo voltar ao governo

16/05/18 23:23 | Atualizado em: 17/05/18 14:20

O ministro Gilmar Mendes, do STF, negou nesta quarta-feira, 16, o pedido do ex-governador Marcelo Miranda (MDB) para continuar no cargo até o trânsito em julgado da cassação pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

A defesa do ex-governador Marcelo Miranda tinha apresentado mais um pedido junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) com o objetivo de suspender os efeitos da cassação do político.

Entenda
O ex-governador Marcelo Miranda (PMDB) e sua vice Claudia Lélis (PV) tiveram seus mandatos cassados, com execução imediata segundo decisão proferida pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em julgamento realizado no dia 21 de março.

No recurso, o Ministério Público pediu a cassação de Marcelo Miranda por abuso de poder político e econômico e arrecadação e gastos ilícitos de recursos na campanha de 2014.

Marcelo e Cláudia eram processados pelo episódio que ficou conhecido como “Caso do Avião de Piracanjuba”, em que foram encontrados R$ 500 mil e diversos santinhos do então candidato. A decisão do TSE foi pelo placar de 5 votos a favor e 2 contra a cassação.

Marcelo Miranda ainda pode recorrer ao próprio STF contra a cassação, mas terá que aguardar o resultado fora do cargo. Enquanto isso, o calendário da eleição suplementar segue normalmente.