Publicidade

Bon Vivant

Por Cagliari Castro

Coluna

26/09/17 10:17 | Atualizado em: 26/09/17 10:17

VENDER: É preciso estar preparado!

Apresentar o produto e parcelar o pagamento em suaves prestações já não é suficiente para vender.






                                                             



Em um mercado cada vez mais competitivo, com produtos novos a cada minuto, embalagens vibrantes, formas de comercialização diferenciadas e uma infinita base de informação com acesso direto do consumidor, ser vendedor torna-se uma ARTE. Perceba como você está muito mais exigente ao exercer o seu poder de compra, seu conhecimento prévio, sua forma de negociar, enfim tudo mudou na relação de compra e venda.

De acordo com pesquisa da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, 87% dos consumidores do País optam por fazer compras pela rede mundial de computadores. O estudo indica que 9% dos entrevistados apenas fazem compras em lojas físicas. Dos que participaram do levantamento, 4% dizem que compram somente pela Internet. Assim, podemos afirmar que existe um êxodo do consumidor de lojas físicas para lojas virtuais, afinal são nítidas muitas vantagens percebidas nas compras via rede mundial, tais como: melhores preços, comparação de produtos e fornecedores, formas de pagamento variadas, além da disponibilidade quase em tempo real do produto lançado para a aquisição. No entanto é possível que lojas físicas ainda se destaquem quando o processo de relacionamento interpessoal entre sua equipe e seu cliente torna-se poderoso e eficiente.

O empresário tem que entender que o processo de seleção de sua equipe comercial e de vendas tem que ser primoroso e além disso ter a consciência da importância do constante treinamento e atualização de seus colaboradores. Ao vendedor cabe estar sempre preparado com o máximo de informações sobre aquilo que vende, entender que cada pessoa tem peculiaridades e necessidades diversas, cada cliente tem poder aquisitivo diferente e sobretudo enxergar o consumidor como ser humano om empatia, simpatia, respeito e competência.

13/04/17 09:51 | Atualizado em: 13/04/17 09:51

TENDÊNCIA

CASAMENTO TAMBÉM SEGUE TENDÊNCIA DE CORES, SABIA?

Enquanto em 2016 as cores tendências eleitas eram o Rose Quartz e o Serenity, este ano de 2017 a empresa Pantone elege a cor Greenery como aposta


Apesar de sempre ser fundamental considerar o gosto da noiva e todos os seus anseios e desejos, não é menos importante alertar sobre cores e tendências que serão destaques em sua cerimônia e recepção, afinal dar um aspecto atual à festa é indispensável para surpreender com coisas diferentes e sobretudo celebrar uma antiga tradição mas com olhos no presente. Esse papel é de responsabilidade do seu assessor ou consultor de eventos, afinal, ele é quem deverá assinar o projeto e ser o responsável para que tudo esteja em perfeita harmonia e o principal, garantir que seus convidados tenham a sensação de que você, noiva, orquestrou tudo com seu habitual bom gosto.
Esta cor, Greenery, pode ser usada de forma preponderante, ou seja, o seu evento pode ser decorado completamente com ele e seus tons, ou de forma difusa com a harmonização de outras cores que ao se misturarem resultam em beleza perfeita. Além disso, outros pontos do seu casamento podem ser contemplados com essa cor, como por exemplo: seu buquê, acessórios, lapelas dos padrinhos, cor de vestidos de daminhas, forração de estruturas, toalhas de mesa, móveis e itens decorativos entre outros.



Com a proximidade do mês das noivas, saber sobre esta tendência talvez faça você mudar algumas coisas na decoração e contemplar o verde Greenery como a cor predominante em sua cerimônia ou recepção. E se você, realmente se apaixonar, abuse e use em TUDO, afinal é tempo de ser FELIZ!
*IMAGENS DA INTERNET


04/04/17 17:17 | Atualizado em: 04/04/17 17:56

TER OU SER? EIS A QUESTÃO!

Em um mundo programada de produtos, tendências de moda e incentivos ao consumo desenfreado temos perdido nossa humanidade







Pare tudo agora mesmo! Olhe-se no espelho, e pode ser aquele de bolsa mesmo ou o que fica dentro da sua gaveta no escritório, mas, sobretudo observe-se no fundo dos seus olhos e pergunte se está tudo bem com você. A maioria das pessoas em tempos atuais tem sentido um inexplicável “vazio”, uns chamam de tristeza, outros de solidão e ainda existem aqueles que se sentem doentes. Claro que todos nós temos dias ruins, mas com qual frequência tem percebido dias ruins em sua existência?

Temos feito de nossas vidas aquilo que queremos e sendo aquilo que intimamente desejamos ou apenas fazemos parte de um fluxo maluco, onde TER é muito mais importante que SER? Sim, na vida as vezes é importante parar e rever nossas ações , nossos sentimentos e como nos comportamos com nossos semelhantes. Esses momentos de lucidez são fundamentais para descobrirmos os meios e as ferramentas necessárias para preencher este sentimento de “vazio” insistente.
Desde os primórdios da humanidade a vida em grupo tem sido uma estratégia eficaz de sobrevivência, onde troca de experiências, colaboracionismo, escambo e sentimentos são partilhados com o objetivo de fortalecer o grupo e defender a existência da raça humana. No entanto o que temos percebido atualmente é o isolamento de cada ser humano em ilhas de consumo, de tecnologia e convicções, com a efetivação de um círculo vicioso de sempre TER mais, afim de sobrepor-se ao outro e suprir a ausência pessoal da capacidade de SER.

Talvez para preenchermos este “vazio” é chegada a hora de abandonarmos as ilhas e nos lançarmos em mar aberto em busca do outro e daquilo que realmente somos, afinal, reais sentimentos, debates de ideias, presença de espírito e olhos nos olhos podem estar em desuso, mas jamais serão obsoletos.
 

24/03/17 17:59 | Atualizado em: 24/03/17 17:59

O DESAFIO DE INFORMAR QUE PREFERE DINHEIRO COMO PRESENTE DE CASAMENTO

Cuidado, afinal pode parecer que o convite é uma “moeda de troca”, onde os noivos convidaram, apenas interessados no dinheiro que poderão auferir.












Realmente este é um assunto “tabu” da maioria dos casamentos que presto assessoria, e pode parecer um jogo de xadrez bem complicado onde os noivos querem dizer algo, mas ficam sem jeito e seus convidados hora atentos ficam preocupados em saber o que dar de presente, enquanto outros mais desligados sentem-se tranquilos e a vontade de apenas parabenizar a união.

Para tentar solucionar este paradigma alguns casais quando mal assessorados ou por iniciativa própria, tomam ações que realmente rompem com todas as regras de etiqueta e bom senso criando um clima desagradável e super constrangedor para todos. Entre estas gafes terríveis destaco aquela em que o casal ao enviar o convite coloca junto um cartão da loja onde está sua lista de casamento, bem como aqueles que optam por confeccionar um “cartãozinho” com o número da conta informando que preferem seu presente em dinheiro, entre outras aberrações impublicáveis. Mas, como proceder então, sendo sutil, delicado e sobretudo educado? Bem, primeiramente é fundamental que o casal eleja um “wedding planner” atualizado com tendências, tecnologia e boa educação, afinal este profissional será o responsável pelo sucesso de todo evento, inclusive solucionando gargalos como este, oferecendo aos convidados a informação sobre o que os noivos desejam, da melhor e mais profissional forma possível.

Uma excelente opção tem sido a contratação dos serviços e criação de sites de casamento, onde nestas páginas, inclusive oferecidas a preços bastante praticáveis, o casal pode ilustrar com sua história, fotos do casal, viagens importantes, fatos relevantes do relacionamento e obviamente um espaço onde os convidados podem acessar, escolher um presente e efetuar a aquisição virtual. A facilidade deste sistema é que depois o casal pode optar se prefere o presente escolhido pelo convidado ou retirar o valor em espécie. Desta forma facilita muito a vida de todo mundo: dos convidados que terão maior assertividade na escolha, da equipe de assessoria e cerimonial e por fim dos noivos que poderão converter tudo em dinheiro.

Para que a informação seja eficaz para com seus convidados, alguns detalhes são importantes a saber:

1. Inclua em seu convite o site do casal com dizeres do tipo: Acesse agora e saiba tudo sobre nossa história de amor
2. Insira no corpo do convite o número de telefone do seu cerimonial com a sigla RSVP, pois caso ainda persistam dúvidas seu convidado poderá eliminá-las com seu cerimonial sem que vocês interfiram neste assunto;
3. Contrate com seu assessor cerimonial o serviço de confirmação de presença dias antes do casamento, assim ele esclarece todos os pontos e ainda garante que vocês recebam os presentes desejados.
Claro que todo casal fica feliz com a presença de seus convidados em seu casamento, mas certamente ficarão encantados se puderem além da presença receber um presente útil, desejado e que os ajude no início de vida à dois.
 

03/03/17 15:32 | Atualizado em: 03/03/17 15:32

A VIDA É FEITA DE ESCOLHAS?

Em um mundo controlado por conglomerados econômicos, infelizmente o verbo “escolher” tem sido mais presente na vida do ser humano do que o “decidir”













Escolher
verbo
1. 1.
transitivo direto
manifestar preferência por (alguém ou algo).
"escolheu o campo para viver"
2. 2.
transitivo indireto e bitransitivo
fazer opção entre (duas ou mais pessoas ou coisas).
"e. entre duas alternativas"

Decidir
verbo
1. 1.
transitivo direto e transitivo indireto
emitir (alguém com autoridade ou poder para julgar) juízo final sobre (questão, causa etc.).
"só os pais devem d. (sobre) as questões entre filhos"
2. 2.
transitivo direto, transitivo indireto e intransitivo
tomar resolução ou resoluções sobre; deliberar, resolver.
"a negociação vai d. (sobre) o término da guerra"


Vivemos atualmente em um mundo administrado por gigantescas corporações que detém reservas imensas de um produto que vale muito mais que dinheiro, ouro, diamantes...
Vocês arriscam em saber o que é?

Sim, INFORMAÇÃO!
Desde nosso nascimento somos condicionados à ter uma rotina determinada por números, pedaços de papel, sinais luminosos, sons e ponteiros. Um cotidiano que pode se resumir em acordar, escovar os dentes, tomar café, trabalhar, almoçar, voltar pra casa, jantar e dormir. Além disso, recebemos instruções de como fazer essa rotina: o que comer pela manhã, no almoço, no jantar, que roupas devemos usar, que carro comprar, como se comportar e assim transformamos nossa existência de SER ÚNICO, ESPECIALMENTE DOTADO DE UMA CAPACIDADE INFINITA e ELEITO PARA DOMINAR TODAS AS COISAS E CRIATURAS em uma vida na maioria das vezes sem nenhuma expectativa de SUCESSO.

Nesta vida moderna, as poderosas empresas ao notarem que a maioria dos humanos não passa de ratos de laboratório, começaram então a estudar, analisar e acumular conhecimento e informações sobre nós. Hoje suas digitais estão em vários bancos de dados oficiais e não oficiais, afinal você ESCOLHEU desbloquear seu celular moderno com sua digital, você ESCOLHEU ter uma conta bancária que exige cadastramento biométrico, o mundo todo sabe exatamente onde você está agora, você ESCOLHEU usar o GPS do seu carro , ESCOLHEU informar seus amigos da rede social que você está nas imediações. Todos os seus email são lidos, todas as suas conversas de whatsapp são criptografadas, porém alguém as tem. Todas as vezes que você ESCOLHE curtir, comentar, compartilhar informações em suas redes sociais, alguém está te analisando. Você ESCOLHEU deixar seu computador mais leve e salvar suas informações mais secretas em nuvens de dados. Somos filmados por câmeras de trânsito, câmeras de segurança, e inclusive você ESCOLHEU ser filmado pela câmera do seu celular. Você ESCOLHEU comprar uma smart TV que te identifica pela análise facial e você pode comandá-la apenas com movimentos da sua palma da mão. Você ESCOLHEU comprar um mais moderno vídeo game para seu filho que “scanneia” diariamente o corpo dele gerando informações para o mundo.

E diante de tantas ESCOLHAS, cumulada com sua rotina, resulta em preciosa informação pra que corporações, companhias e instituições, criem um “mundo especial” pra você que te oferece apenas mais ESCOLHAS. Você nunca percebeu que conforme você curte alguns assuntos em sua rede social, mais coisas bacanas sobre aquilo aparecem pra você? Você nunca percebeu que determinadas semanas do mês parece que só coisas negativas, tristes e feias surgem em seu feed? Você já recebeu um telefonema de uma empresa que você nunca soube da existência te oferecendo algo que você um dia procurou no Google? Toda AÇÃO gera uma reação esta é uma máxima da física e exatamente nestes termos estas grandes corporações trabalham. Quando há em suas redes sociais muitas informações negativas, automaticamente há uma análise do seu comportamento financeiro, o que? quando? como? Por que? onde? você comprou determinados produtos ou serviços, e pronto, estabeleceu-se uma nova rotina e consequentemente novas opções de escolha. Percebam que parece que estamos falando do futuro, não é? Mas infelizmente devo alertá-los que estamos falando do hoje, do agora, deste momento.

Agora TUDO isso, ou seja, permitir que o mundo corporativo controle sua vida foi sua ESCOLHA, mas então o que te impede DECIDIR e tomar as rédeas da sua vida e alcançar o sucesso?
Entenda, ninguém escolhe estar em depressão ou não? Ninguém escolhe nascer em um lar pobre ou não? Ninguém escolhe ser doente ou não? Ninguém escolhe amputar uma perna ou não? Mas DECIDE, como enfrentar cada dificuldade.
Quantas pessoas que você conhece foram acometidas pelo câncer, por exemplo? Cientificamente, aquelas que enfrentam com positividade e ânimo, tem mais chances de sobreviverem se comparado com aquelas que se entregam a doença. Quero dizer com isso: Não importa se você é o não aquilo que sonhava na infância, mas você pode DECIDIR se será apenas um número nas pesquisas, mais um na sua profissão, um rato neste grande laboratório que vivemos ou se você FARÁ a diferença.

Importe-se em ser melhor a cada dia, aproveite oportunidades, erre, experimente, seja melhor não apenas para ganhar mais, mas para deixar um legado, uma história, um exemplo. Faça sua parte com a maior dedicação possível e se puder ajude aquele que está ao seu lado, afinal de contas nem todos tomarão a DECISÃO correta, e no final o que conta, não é o seu trabalho e o quanto você se esforçou, mais sim o resultado que juntos será alcançado.
ACREDITE se as coisas não andam como você gostaria, SÓ DEPENDE DE VOCÊ A DECISÃO DE ENFRENTAR COM OTIMISMO, CORAGEM, DEDICAÇÃO e PERSISTÊNCIA. Não aceite apenas as opções oferecidas condicionadas pelo sistema, afinal a vida de cada um de nós é feita de DECISÕES e não de ESCOLHAS.




06/02/17 17:53 | Atualizado em: 06/02/17 17:53

À beira dos 40

Na bíblia, temos o número quarenta citado diversas vezes como representação de força, conhecimento, superação e sobretudo experiência. E na vida real como você tem encarado a chegada dos 40 anos?




      


Na bíblia, temos o número quarenta citado diversas vezes como representação de força, conhecimento, superação e sobretudo experiência. E na vida real como você tem encarado a chegada dos 40 anos?

Sim, não é nada fácil a rotina diária de exercícios, alimentação saudável e o uso abusivo de produtos e procedimentos estéticos para ver se conseguimos paralisar os efeitos que o tempo nos impõe, e por experiência própria posso afirmar que na maioria das vezes tudo se mostra completa e totalmente ineficaz.
Obviamente que com as tecnologias atualmente disponíveis, podemos e devemos quando possível, prorrogar os efeitos corrosivos que o tempo e a gravidade incansavelmente nos mostra no agora temido espelho e a apavorante balança, sem comentar aquele jeans antigo que você ama e que insiste em existir por mais tempo que o desejado. Porém, o foco desta coluna não é atribuir a chegada dos 40 anos com estas implicações que por mais que nos esforcemos apenas podemos retardar sua percepção, nem tampouco com lamúrias e reclamações sobre como nosso corpo físico já demonstra estar fatigado, também não vamos ficar aqui com saudosismos e lembranças de tempos que não voltam mais.

Pare um pouquinho, respire fundo e reflita sobre como você é mais capaz hoje, como você é independente, controla melhor suas emoções, consegue oferecer conselhos com propriedade, se aceita, compreende que somos pequenos quando comparados ao universo, porém, gigantes quando desafiados pelos problemas modernos, entre outras coisas incríveis isso é um pouco do que os quarenta anos tem oferecido à você. Esqueça a queda das taxas hormonais e observe quanta beleza há em viver intensamente cada minuto, descobrindo que hoje você consegue alcançar resultados com sua experiência que seus hormônios na juventude impediam. Não reclame da vista cansada e dos óculos que hoje usa, mas veja como sua visão atualmente é vasta e em um mundo cada vez mais sem esperança, você consegue sempre enxergar o lado bom das coisas. Ignore os números na balança, os números do seu manequim e aqueles que indubitavelmente todos procuram em seus documentos pra determinar sua idade, foque no que é importante, você já viveu 14.600 dias o que te credencia em estender as mãos aos mais jovens e ajuda-los a trilhar um caminho lindo. Números, são só números, você aprendeu a viver o hoje, o agora e a magia do momento. Pare de lamentar a pele firme e lisinha que ostentava, você hoje tem em cada marca de expressão centenas de sorrisos, litros de lágrimas, milhares de preocupações , mas sobretudo, milhares de certezas.

Talvez o número bíblico 40 seja realmente muito significativo, Jesus, Moisés e Elias jejuaram 40 dias, 40 anos foi o tempo de peregrinação pelo deserto, 40 chicotadas eram dadas à alguém que errava como forma de correção, o dilúvio por 40 dias e noites atormentaram a Terra, então está na hora de erguer a cabeça e ver o que significa de verdade pra você a chegada dos seus 40 anos, eu já decidi, não sei se vou viver ainda por mais tantos dias quantos já os contabilizados, mas tenho a plena certeza que vou me esforçar ao máximo para vivê-los intensamente com um único objetivo, SER FELIZ.


06/01/17 14:28 | Atualizado em: 06/01/17 14:28

2017

SERÁ UM ANO NOVO?

Enchemos a casa de visitas, abraçamos, prometemos, fazemos simpatias, vestimos branco... tudo em busca de um novo ano cheio de realizações, mas isso






Estamos nas primeiras semanas do ano e o que mais se vê são: academias lotadas, feed das redes sociais inundados com saladas, dietas fitness milagrosas, bem como o whatsapp a cada segundo nos traz uma nova corrente de oração e simpatias para termos um ano de realizações. Mas na prática como tem sido pra você os “Anos Novos”? Tem sido um circulo vicioso entre um dia 31 de dezembro e o dia 01 de janeiro do próximo ano? O que você tem conquistado?

Muitas pessoas ao final de cada ano sentem-se frustrados por não terem alcançado seus objetivos nos 365 dias do ano corrente, uns tem uma atitude que considero positiva, entendem que falharam em algum aspecto e certamente precisam se ajustar com mudanças de atitude, modo de vida, objetivos, crenças, paradigmas e ao fazerem isso como em um golpe de sorte, viram a chave e começam o obter sucesso. No entanto, existem aquelas pessoas que considero terem uma atitude negativa de enfrentamento e então elegem uma desculpa, ou pior, culpam alguém pelos seus objetivos não alcançados, tais como: crise, colega de trabalho invejoso, falta de tempo, muitas chuvas, inflação...

Para que tenhamos um ano realmente novo é fundamental entendermos que as mudanças devem ocorrer primeiramente em nós, ao nos depararmos com as dificuldades devemos ter a capacidade de nos reinventar e seguir rumo as metas que nos levarão à completar nossos objetivos, ou você acha que só você tem problemas, dificuldades e limitações?

Proponho que neste novo ano você experimente responder 6 questões básicas por escrito, são as famosas e mundialmente conhecidas como 5W1H. Trata-se da abreviação dos pronomes interrogativos em inglês que são: What, Where, Why, When, Who e How. Em português em uma tradução livre podemos dizer que são: O que? Onde? Por que? Quando? Quem e Como?

Assim, ficará fácil seu planejamento e dispensará em um primeiro momento planilhas elaboradas e fórmulas difíceis. Determine seu objetivo: O que você busca em 2017? Onde você deve trabalhar, ou deve estar para viabilizar este objetivo? Por que você deseja cumprir este objetivo? Quando deverá pôr em prática as ações necessárias para que este objetivo seja alcançado? Quem deverá executar as ações para o sucesso desta realização, você sozinho ou mais alguém está em seu projeto? Como devo estabelecer metas diárias ou semanais ou mensais para alcançar o êxito?

Com estas respostas por escrito você se sentirá mais confiante e mais motivado à esforçar-se para atingir o resultado, mas lembre-se, tudo depende de você e suas atitudes em relação à tudo e todos à sua volta. Não desanime, pois as dificuldades se apresentarão e você é capaz de superá-las e o mais importante, não seja egoísta e reserve um pouquinho do seu tempo para doar carinho aos que você ama e atenção àqueles que mais precisam e certamente você terá um ano MÁGICO.

18/12/16 16:18 | Atualizado em: 18/12/16 16:18

FIM DE ANO

Cuidado pra não fazer do seu amigo secreto um inimigo público




                                        
Com a chegada do fim de ano, aproximam-se também alguns eventos que podem ser verdadeiras armadilhas. Confraternizações, ceias, jantares... e em sua maioria quase todos estes eventos são coroados com o famigerado “Amigo Secreto”.
Sim, tradicionalmente o amigo secreto ou oculto é a oportunidade que colegas de trabalho, amigos da escola e inclusive parentes, encontraram para estreitar laços e demonstrar afeto com a troca de presentes.

Acredita-se que a brincadeira seja originária dos povos nórdicos, que esperavam o amanhecer para trocar presentes e nesta troca diziam: Que você jamais esqueça dos deuses sobre nós. E o presente trocado servia para eternizar o pacto. A brincadeira se popularizou no ano de 1929, em plena depressão com a quebra da bolsa de Nova Iorque, onde ninguém tinha dinheiro para comprar presentes para todos, então se fazia a brincadeira para que todos pudessem sair com presente.
Porém, para evitar transtornos e decepções, vale algumas advertências para que a brincadeira tenha êxito e que possa ao final todos em espírito fraternal voltarem para casa sem ódio no coração. Não raro vemos histórias sobre presentes recebidos que sinceramente são desagradáveis, desproporcionais ou até mesmo carregado de maldade.

Assim, elencamos algumas dicas abaixo para que todos os participantes saiam felizes do evento:
1) Estabeleça um preço mínimo e máximo dos presentes;
2) Faça um grupo de whatsapp entre os participantes, onde cada um possa escrever o que precisa ou gostaria de ganhar;
3) Deixe claro que na oportunidade da entrega dos presentes, brincadeiras ou discursos que possam dar diferentes interpretações não são bem vindas;
4) Ao comprar o presente use da empatia assim a probabilidade de acerto será maior;
5) Receber ou oferecer um presente é um gesto de carinho e afeto e sobretudo de sensibilidade, portando caso o presente recebido não seja o esperado, contenha-se;
6) Presentes com características genéricas só vão deixar claro o quanto você não se importa com seu amigo, então faça um esforço em saber mais sobre ele;
7) Na hora da compra caso não tenha certeza se vai acertar na escolha, combine com o vendedor a possibilidade de troca;
8) Não fique comparando o preço do presente que você comprou com aquele que você recebeu, lembre-se que cada um têm suas restrições e limites financeiros;
9) Lembre-se ninguém é obrigado a participar do Amigo Secreto, portanto fique à vontade em declinar o convite
10) Por fim atente-se ao objetivo deste tipo de evento, sorria, seja gentil e permita-se curtir este momento com amor e dedicação.
Se mesmo com todas essas dicas o evento mais uma vez não deu certo com o grupo que você participa, talvez você não precise nutrir rancor, mas necessite de um novo grupo, afinal sempre é tempo de perceber que as vezes nós é quem estamos no lugar errado e ao descobrir uma nova turma, percebemos a felicidade.
Feliz Natal Ho Ho Ho!!!


17/11/16 14:19 | Atualizado em: 17/11/16 14:56

COLUNA

Você já ouviu falar em DIGITAL INFLUENCER?

Que são importantes nos dias atuais ninguém discute, mas como escolher para gerar resultados para meu negócio é a grande dúvida




                  














Pois é a moda agora são pessoas que se auto denominam “digital influencer” e daqui já começamos a discorrer sobre o assunto, afinal trata-se de uma profissão tida como atual, porém surgida desde os primórdios da linguagem publicitária através dos “influencer marketing”, assim, o que vemos agora é uma amplitude maior em virtude do uso na internet e adequação desta profissão para o mundo virtual.

Vale lembrar que nem todas as pessoas que tem muitos seguidores ou amigos em redes sociais são “digital influencer”, e que nem todas as pessoas que se dedicam à esta profissão serão garantia de sucesso ao seu negócio, caso estabeleçam parcerias. Portanto é importante avaliar alguns pontos fundamentais para evitar decepções e principalmente comprar gato por lebre.

Recomendo antes que contrate ou estabeleça qualquer parceria com “digital influencers”, observe alguns pontos básicos e fundamentais para que obtenha resultados positivos e saudáveis nesta relação:

1) Seu público-alvo é o mesmo do seu “digital influencer”?
Pode parecer uma pergunta óbvia, mas a maioria dos empresários e profissionais que contratam um “digital influencer” contrata com base apenas em números totais de seguidores ou amigos em redes sociais, o que é um grande erro.

2) O “digital influencer” eleito por você para divulgar sua marca é sincero?
Nada pode ser mais danoso para uma marca um “digital influencer” que seja artificial, desonesto ou mentiroso, afinal de contas o que ele propõe, resume-se em uma palavra: CREDIBILIDADE, e se sua audiência percebe que algo está errado, a carreira profissional do influenciador e a marca que ele representa estarão fadados ao fracasso retumbante.

3) Como é a rotina de trabalho deste “digital infuencer”?
Quanto mais ativo ele for, mais longe sua marca chegará, então analise a dedicação deste profissional que você escolheu, se for do tipo que faz postagens, comentários e outras ações no mundo virtual em horários de folga do seu trabalho ou finais de semana apenas, lamento mas ele não será um influenciador efetivo, então substitua por outro.

4) Um bom influenciador é aquele que tem milhões de seguidores?
NÃO!!! Afinal, nos dias atuais é muito fácil comprar via internet: seguidores, curtidas, comentários, compartilhamentos... no mundo virtual, tudo tem preço e está a venda. Desta forma avalie outros fatores, como, quem são os seguidores, onde residem, gênero, faixa etária, o que se busca ao final, são resultados positivos no faturamento, além da divulgação da marca.
Desta forma, se você se atentar a estes requisitos, você terá maior probabilidade de fazer a escolha correta e ter melhores resultados, gerando maior confiança também ao seu “digital influencer” que poderá estabelecer através de você novos parceiros, afinal a verdade sempre vence.



 

03/10/16 17:03 | Atualizado em: 03/10/16 17:03

COMO VOCÊ TEM SE COMPORTADO EM SUAS REDES SOCIAIS?

Além das regras de etiqueta e de convivência em sociedade, o assunto do momento tem sido como devo me comportar em redes sociais.






     









Não há de se falar em vida moderna separadamente da presença efetiva em redes sociais, alguns chegam a participar de ao menos seis aplicativos concomitantemente e a compulsão é tamanha que se sentem impelidos a fazerem postagens de tudo sobre seus comuns cotidianos, portanto, sem nenhuma relevância ou interesse. Basicamente com um mundo cada vez mais virtual, tem ocorrido um constante distanciamento físico entre as pessoas e uma intensa, desnecessária e chata exposição de pseudo-celebridades, que ao exporem sua vida buscam incansavelmente por curtidas, comentários e desejáveis compartilhamentos.

Vale dizer que, estar presente em redes sociais implica obviamente em ser e comportar-se de forma democrática, civilizada, sem preconceitos e sobretudo de forma respeitosa. Todos são livres para postarem o que quiserem, afinal como podem dizer ofendidos com este texto: “ A rede social é minha e posto o que eu quiser”, porém é importante saber que toda liberdade impõe responsabilidades e riscos.

Assim seguem algumas dicas bem bacanas para que você pondere antes de começar freneticamente a digitar sua próxima postagem:
1) Falar muito sobre seus dados pessoais, como data de nascimento, status de relacionamento e onde você está, certamente podem facilitar o trabalho de criminosos que podem manter contato com sua família e subtrair vantagens ou até um resgate;
2) Fotos pessoais da balada onde você bebeu além do limite, aquele vídeo que você dançou até o chão ou comentários desrespeitosos e preconceituosos podem impedir que você preencha a próxima vaga de emprego, afinal os agentes de recursos humanos também tem redes sociais e podem se interessar por averiguar seu perfil;
3) Todo radicalismo, seja ele de cunho filosófico, religioso ou político certamente restringe seu círculo de potenciais relacionamentos sociais, lembre-se que ninguém é dono da verdade e muitas vezes o ponto de encontro chama-se RESPEITO isso não muda você, mas permite que pessoas conheçam seu ponto de vista e que você descubra diferentes argumentos sobre diversos assuntos, inclusive podendo te ajudar a extirpar preconceitos e aumentar seu conhecimento.
Lembre-se que redes sociais são extremamente reveladoras sobre quem você é, então não tente criar um personagem que vive uma eterna busca em gerar inveja alheia e lembre-se que sua discrição esta diretamente relacionado com a sua segurança e da sua família. Então, pense muito antes de apertar o botão publicar e seja feliz!



26/09/16 10:27 | Atualizado em: 26/09/16 11:36

Casamento

“Mini Wedding” uma tendência chique para casamentos

Com uma característica intimista, este formato tem realizado o tão sonhado dia das noivas e noivos, possibilitando celebrar o amor junto daqueles que



                

















Presente no inconsciente da maioria das mulheres o sonhado dia do seu casamento pode ser celebrado atualmente em um formato inovador que promete a mesma sensação de realização pessoal e a transposição de um ritual social, porém com número menor de convidados.

Por definição o “mini wedding” ou em uma tradução livre para a língua portuguesa poder-se-ia entender como “mini casamento”, na verdade em essência não significa menores custos ou cerimônia rápida e recepção simples, pelo contrário, temos observado que em muitos casos a riqueza de detalhes faz com que este formato supere muito os custos de tradicionais cerimônias com centenas e até milhares de convidados.

Na verdade, casais que escolhem por este tipo de celebração, na maioria das vezes tem por justificativa unicamente convidar para este momento tão especial e importante, somente aqueles parentes bem próximos e os amigos íntimos que no máximo somados atinjam 100 convidados.

Talvez por este motivo os mini weddings tenham na maioria das vezes apresentado investimentos superiores aos tradicionais casamentos, afinal quando estão presentes somente aqueles que realmente amamos queremos oferecer somente o que há de melhor.

Portanto se você pretende optar por esta tendência é muito importante já começar a fazer sua lista seletiva de convidados, contratar um excelente profissional “wedding planner” e preparar boas e válidas desculpas para os inconvenientes pedidos de convites.

28/07/16 09:18 | Atualizado em: 28/07/16 09:15

Costumes

A TRADIÇÃO SECULAR DO CHÁ DAS CINCO INGLÊS É FRUTO DE UM CASAMENTO

Colunista explica como surgiu tradicional 'Chá das Cinco'




“Há poucas horas na vida mais agradáveis do que a hora dedicada à cerimónia conhecida como chá da tarde.” (Henry James)

Na virada do século, o chá perdeu o posto de bebida mais consumida do mundo sendo substituído em seu lugar pelo café, porém suas raízes milenares e tradições seculares ainda são fundamentais e estão presentes em muitas culturas do planeta.

Os portugueses, por meio de suas esquadras de colonizadores a desvendar o mundo, tiveram seu primeiro contato com esta bebida no império chinês e apaixonados pelo sabor, aroma e propriedades não hesitaram em encher seus navios do produto e introduzi-lo na Europa.

Por interesses óbvios das monarquias portuguesa e inglesa, seria muito apropriado que os dois impérios juntassem poder e influência mundial e nada mais prático e simples que um casamento, onde a princesa Catarina de Bragança, filho de D. João IV fosse desposada pelo então Rei da Inglaterra Carlos III. Além da soma de poder, propriedade e influência o dote oferecido pela coroa portuguesa aos ingleses pode ser considerado excêntrico pois como a história determina, contava com 500 mil libras de ouro, o livre comércio da Inglaterra com as colônias portuguesas na Ásia, África e Américas, a cidade de Bombaim e uma caixa de chá.

Apesar de exótico este foi o marco da presença desta bebida nas ilhas inglesas, um divisor de águas na vida dos seus súditos e a perpetuação de uma tradição que para sempre mudaria os hábitos da corte e da cultura de toda a Inglaterra. Apesar deste fato histórico, somente em 1830 a tradição do Chá das Cinco foi consolidada pela Duquesa de Bedford que considerava este evento uma excelente oportunidade de mostrar as melhores peças de prata e porcelana para o serviço do chá.

Como consequência foram desenvolvidas regras de etiqueta e receitas que até hoje estão presentes nas mesas inglesas e que fazem parte do imaginário do resto do mundo todo. Vale dizer que o Chá das Cinco, além da sua finalidade precípua de fazer um lanchinho entre os almoços e o jantar, é a oportunidade de encontrar amigos, fechar negócios e tirar os olhos do cotidiano virtual. Então, mesmo não sendo inglês e morando tão distante das terras da rainha Elizabeth II, vale muito tirar um tempinho e aproveitar o convívio com aqueles que lhe são caros e se estiver por lá, aproveite e não deixe de passar as cinco em ponto na Harrods e desfrutar de uma xícara de chá com sabor de casamento Real.
 

21/07/16 11:58 | Atualizado em: 21/07/16 11:58

Praias

SER FAROFEIRO OU NÃO SER, EIS A QUESTÃO?

Chegou a temporada de praias no Tocantins e junto dela um exército de vendedores ambulantes e suas tentações que podem te levar a falência além de


Conforme estimativas das autoridades do estado, milhares de pessoas deslocam-se para curtir as praias de água doce do nosso Tocantins, principalmente aos finais de semana aonde algumas praias chegam a ter cinco mil frequentadores. Com uma imensidão de água doce, um Sol escaldante e muita determinação, famílias inteiras além de frequentarem as praias, também acampam-se nas proximidades passando dias longe da habitual rotina.

Além dos riscos de afogamentos, perigos de acidentes com embarcações, e muitos corpos nada sedutores em exposição, é fundamental atentar-se à segurança alimentar. Muitos evitam o transporte de alimentos com o medo do famigerado rótulo de “farofeiros”, porém esta prática tem se mostrado muito eficiente para todos que pretendem passar um ou vários dias na praia sem perceber alguns inconvenientes. Ao sair da rotina, todos nós caímos na tentação dos quitutes e delícias que são vendidos nas praias e então quando percebemos, todo esforço de um ano inteiro de malhação é jogado fora, além do gasto excessivo e no pior dos casos o risco de contaminação e intoxicação alimentar por consumir produtos impróprios.

Assim, podemos dizer que ter uma caixa térmica tem sido o item Must Have da estação e ser “farofeiro” está em alta e é uma tendência “in” para esta temporada.
Mamães e papais atenção com seus pimpolhos que necessitam de constante hidratação, muito protetor solar e água somente até o umbigo, afinal água no umbigo é sinal de perigo.

No que tange a alimentação seguem algumas dicas básicas para acertar na escolha e cuidados com os alimentos para garantir uma temporada de praia feliz e saudável. Atualmente com os preços nas alturas, economizar é uma boa pedida, então priorize encher sua caixa térmica com bebidas refrescantes e hidratantes como: água, sucos naturais, chás gelados, água de coco... Com relação aos alimentos priorize frutas, biscoitos integrais, sanduiches com pães integrais com recheios menos arriscados como a manteiga e se for usar embutidos dê preferência ao peito de peru ou chester que requerem menor esforço para conservação. Para garantir a qualidade dos sanduiches vale outra dica, mantê-los envolvidos em papel alumínio ou filmes de PVC garantem por mais tempo sua durabilidade e sabor. Evitem maioneses, requeijão, recheios cremosos, embutidos de fácil deterioração e bebidas muito ricas em sódio como refrigerantes que apenas nos dão sensação de refrescância, porém sem hidratar satisfatoriamente.

Se mesmo assim, bater aquela vontade louca de comer alguma coisa na praia que não seja o que você trouxe de casa, permita-se, mas fique de olhos abertos às condições de higiene, manuseio e boa prática e dê prioridade à estabelecimentos e vendedores com pontos fixos e que usem uniformes, que em tese preenchem as exigências dos órgãos de controle fiscal e sanitário . Mas não fique envergonhado em chegar a praia com sua caixa de isopor, seu cooler ou bolsa térmica e saiba que ser “farofeiro” além de ser cool, em muitas vezes é uma questão de sobrevivência.


07/07/16 16:48 | Atualizado em: 07/07/16 16:48

HUMANO

Se existe uma coisa que é democrática é a tal da solidão

Estabelecer relações afetivas, olhar nos olhos, jogar conversa fora sentado numa praça, cozinhar para amigos e viver rodeado de pessoas reais pode



A música em seus versos cantados pelo saudoso Renato Russo já dizia: “...digam o que disserem, o mal do século é a solidão cada um de nós imerso em sua própria arrogância...”, assim tem sido a existência humana, em um permanente ostracismo.

Números comprovam que nesta última década o uso de antidepressivos aumentou em dois dígitos e entre crianças e jovens os números também são alarmantes, no Reino Unido, por exemplo, houve um aumento de 54% de receitas de antidepressivos segundo pesquisa da Organização Mundial da Saúde (OMS).


Num mundo cada vez mais conectado, onde temos milhares de amigos e seguidores em redes sociais a solidão tem nos assolado permanentemente e este sentimento implacável não tem preconceitos atingindo todos, sem distinção de cor, religião, idade, sexualidade, nacionalidade e sobretudo situação financeira, pois ainda de acordo com os estudos da OMS o crescimento de receita e uso de antidepressivos tem sido mais intenso em países ricos .


Nesta perspectiva, quando pensamos que a humanidade encontrará uma forma de rever seus conceitos de relacionamento e estabelecer conexões menos virtuais e mais reais, nos deparamos com aplicativos como o Luxy – Namoro Milionário, com mais de 100.000 downloads que promete o encontro de pessoas ricas e bonitas. Neste aplicativo você tem acesso a instalação gratuita, porém ao fazer seu cadastro você deve eleger as marcas de luxo favoritas e passa por um recurso de verificação de renda para que você realmente tenha acesso ao mundo luxuoso dos milionários.


Nada contra a ideia, o desenvolvedor e muito menos contra esses “milionários” que o utiliza, mas certamente esse termômetro nos deixa claro que mesmo os mais abastados financeiramente sentem solidão, comprovando a máxima de que o “dinheiro não pode comprar tudo” e mesmo garantindo seu serviço premium Luxy Black por aproximadamente R$ 100,00 mensais isso só evidencia o quanto você, mesmo em meio ao seu dinheiro, tecnologias, patrimônios e serviçais está sozinho.



30/06/16 14:06 | Atualizado em: 30/06/16 14:06

MODA

As raríssimas pérolas douradas

Assim como um tubinho preto no guarda-roupas, todo porta joias que se preze tem um colar de pérolas presente


Assim como um tubinho preto no guarda-roupas, todo porta joias que se preze tem um colar de pérolas presente. Funcional e eternamente chique é aposta garantida para aquelas que querem usar uma bela joia sem exageros e ostentação, combina com quase tudo, desde o jeans até o mais sofisticado vestido, sempre lembrado como símbolo de elegância, usado inclusive como acessório indispensável da icônica Coco Chanel.


Porém, mesmo este símbolo de tradição e sofisticação em tempos modernos, também pode se modificar e receber uma nova roupagem. Após décadas de pesquisas em biotecnologia, a empresa Jewelmer conseguiu aperfeiçoar uma variedade mutante de ostra que produz Pérolas Douradas.


O processo é o mesmo das pérolas normais, ou seja, é introduzido em uma ostra jovem um pequeno pedaço de tecido de outra ostra adulta, a jovem ostra vai crescendo e recobrindo este pedaço de tecido com camadas de madrepérola. Pelo fato de só haver um produtor mundial e parte do processo ser um segredo industrial, faz com que sejam disputadíssimas e alcancem valores de até US$ 200.000 por uma única esfera dourado de 18mm de diâmetro.


Produzidas na longínqua Ilha de Palawan, nas Filipinas, em ambiente impecável, com controle de qualidade, pureza, salinidade e PH da água, além do prazo médio de 5 anos para produção de cada pérola e 377 intervenções dos produtores durante todo período, estas são as queridinhas do mercado do Oriente pois sua cor combina perfeitamente com o ouro.


Neste último dia 28 de Junho a Joalheria brasileira Julio Okubo ofereceu aos Vip´s do mundo fashion um jantar de gala para lançar sua coleção - cápsula de 11 peças, com as pérolas douradas que serão exclusivas desta joalheria.
 

24/06/16 08:25 | Atualizado em: 24/06/16 08:30

ESTADO

VOCÊ SABE O QUE É CAVIAR?

Conheça essa iguaria de luxo




Caviar é um alimento e iguaria de luxo que consiste em ovas de esturjão não-fertilizadas e salgadas sem qualquer outro corante, aditivo ou conservante, podendo ser frescas ou pasteurizadas. Até pouco tempo reservado a recepções e eventos da monarquia como símbolo de ostentação, permanecendo na atualidade como ícone nobre dos menus do jet set mundial.

Abundantemente rico em vitamina A que é um ótimo antioxidante além de saboroso e amanteigado, o Caviar ajuda você na luta contra o envelhecimento e na proteção das células do organismo. Pode ser um aliado na luta contra pressão arterial, falta de memória e pedras nos rins, pois tem considerável presença de potássio, além do poderoso ômega-3 que é um bálsamo para aqueles que desejam boa saúde.


De acordo com a ABAGA – Associação Brasileira de Alta Gastronomia, o potencial deste mercado de consumo ainda tem muito que crescer: “O Brasil tem 5,8 mihões de ricos e há 3 mil restaurantes classe A só em São Paulo”, isso resulta na importação de cerca de 6,9 toneladas de caviar.




Vale ressaltar que das 24 espécies de esturjão existentes apenas de 4 delas se pode consumir as ovas, daí a raridade deste produto e mais uma justificativa para seu alto valor de mercado e ainda existem as ovas de caviar de cor pérola que são retirados de esturjões beluga centenários e portanto o mais caro de todos podendo atingir o valor de 40.000 euros o quilo que são comercializados em latas de ouro.


De acordo com a legislação de cada país pode-se denominar como caviar uma série variada de produtos de baixo preço como ovas de salmão, truta, lumpo etc. Entretanto segundo as organizações FAO e WWF, bem como pelos serviços aduaneiros dos EUA e do Estado francês, somente os de esturjão podem ser denominados como caviar, os outros são classificados como “substitutos de caviar”.

Para o consumo do caviar é fundamental evitar talheres de prata e outros metais pois oxida rapidamente as ovas e altera o sabor da iguaria, sendo indicados , colheres feitas de porcelanas, chifres, madrepérolas ou ouro. Servidos sobre blinis, acompanham muito bem: champagne, vodka russa e cervejas artesanais bem geladas, podendo ser utilizados também como item sofisticado para acentuar ou aromatizar outros pratos.